quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Os Caboclos de couro - Boiadeiros

São alegres e festeiros, são bem mais descontraídos e extrovertidos que os Caboclos de penas.

Gostam de música, alguns gostam de samba, cantam toadas que falam em seus bois e suas andanças por essas terras de meu Deus.

Os Boiadeiros também são conhecidos como " Encantados ".

Eles não teriam morrido para se espiritualizarem, teriam sido encantados e se transformados em entidades especiais.

Tem intenções na prática do bem e da caridade.

Os Boiadeiros apresentam diversidades de manifestações. Boiadeiro menino, Boiadeiro da Campina, Boiadeiro Bugre, Boiadeiro do Sertão e muitos outros tipos.

São cantigas muito alegres, tocadas num ritmo vibrante, enquanto os Boiadeiros se esbaldam nas festas a eles consagradas.

São porém grandes trabalhadores e defendem a todos das influências negativas com muita garra e força espiritual.

Possuem enorme poder espiritual e grande autoridade sobre os espíritos menos evoluídos, sendo tais espíritos subjugados por eles com muita facilidade.

Boiadeiros gostam de cerveja, vinho, fumam charutos, cigarros de palha, ou mesmo cigarros comuns, alguns tomam cachaça com mel, vinho puro ou com mel, usam chapéus de couro, rebenques ou laços, alguns tocam berrante.

É tal e qual se poderia presenciar no homem rude do campo.

Durante o dia debaixo do calor intenso do sol ele segue, tocando o gado, tratando, marcando.

A noite ao voltar para casa, o churrasco com os amigos e a família, um bom papo, ponteado por um gole de aguardente e um bom palheiro, e nas festas um arroubo de alegria.

Assim se manifestam os Caboclos, onde quer que sejam chamados.

Algumas casas adotam determinadas doutrinas que lhes tolhem um pouco as características.
Não lhes permitem fumar ou beber e se mesmo assim, humildemente, aceitam as condições da casa é por que é maior o desejo da caridade, do que mostrarem-se como realmente são.

Isso não diminui nem seus trabalhos nem a capacidade da casa, muito menos deprecia tal doutrina.

No entanto é muito importante que os respeitemos da maneira que se apresentem, sem que queiramos por nossas variações sociais, determinar suas procedências ou negar suas qualidades.

Um comentário:

Bitter disse...

Eu adoro meu caboclo Boiadeiro da Campina....todos gostão dele....eu não sei muito sobre ele....estou fazendo uma pesquisa para melhor servi a meu Orixá....se vcs tem mais informação sobre ele mande para mim...estou em desenvouvendo a pouco tempo.
Me mande email

Abraço
bitter_rj@man.com